Falsas Juras

Falsas Juras
J. B. Pontes

Não há coisa pior,
Do que a gente pensar,
Que as juras de amor,
São feitas pra enganar…

A alma fica inquieta,
Em incrível confusão,
Se é vítima de falseta,
Será que sim… ou não?

Que as juras verazes sejam
A alma fica sempre a almejar,
Mas se as palavras animam
Os atos não deixam acreditar…

Amor não se diz a cantar,
Mas com o agir constante,
Se ações contrariam o falar
Isto é mais do que bastante…

Esquecer e ir em frente,
É o que se deve fazer;
No início é dor lancinante,
Que o tempo faz fenecer…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *